Sefin lança campanha de combate à pobreza menstrual

• Atualizado há 1 ano ago

A autônoma Cláudia Lima mora na comunidade do Peniel, no bairro do Tapanã, onde residem aproximadamente 170 famílias. Ela conta que várias vezes já presenciou a falta de absorventes entre as meninas da comunidade.

“Quando chega no período da menstruação as adolescentes da comunidade têm vergonha de sair, porque elas têm que cortar um pano ou usar papel higiênico quando estão menstruadas. Então, elas evitam se movimentar, ficam dentro de casa”, afirma. 

A falta de acesso aos absorventes, item fundamental na higiene íntima de pessoas que menstruam, é conhecida como pobreza menstrual. Uma realidade que as servidoras da Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) pretendem combater com a campanha “Por elas – Servidoras Fazendárias no combate à pobreza menstrual”. 

Solidariedade e cidadania

“O objetivo da campanha é arrecadar absorventes higiênicos para ajudar as meninas, as mulheres mais jovens, que já menstruam e enfrentam essa dura realidade, por isso deixam de ir para a escola, por exemplo”, explica a titular da Sefin, Káritas Rodrigues.  

Os itens serão doados pelas próprias servidoras e servidores da Secretaria de Finanças, mas qualquer pessoa pode e juntar à campanha para doar os absorventes femininos. 

Os absorventes arrecadados serão entregues, prioritariamente, às mulheres da Comunidade Peniel e dependendo do volume arrecadado, mulheres de outros bairros da capital paraense também poderão ser beneficiadas pela campanha. 

Campanha vai ajudar a combater também a evasão escolar

A Coordenadoria da Mulher de Belém (Combel) é parceira da Sefin nesta campanha de arrecadação e distribuição de absorventes. “Hoje nós temos uma meta de erradicar o analfabetismo em Belém e só vamos conseguir quando tivermos todas as meninas – mesmo quando estiverem menstruadas -, dentro da sala de aula”, enfatiza a titular da Combel, Lívia Noronha.

Ela ressalta, que a campanha também ajuda a contribuir com o programa Belém Alfabetizada, que prevê a erradicação do analfabetismo na capital paraense.

Lançamento – O lançamento da campanha ocorreu nesta sexta-feira, 24, durante o segundo encontro do projeto Sefin Mulher, que este mês teve como tema “O Sagrado Feminino – Uma conversa sobre a saúde da mulher”. 

O evento contou com a participação da Ouvidora Geral do Município de Belém, Márcia Kambeba, da integrante da Referência Técnica da Saúde da Mulher, da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), Juliana Benjamin, e da psicóloga da Combel, Adriana Moares. 

Durante o encontro, que também teve a presença de algumas das mulheres contempladas pelo Programa “Donas de Si” – desenvolvido pelo Banco do Povo de Belém -, foram abordados temas, como a relação do feminino com a natureza, com cuidados com a saúde física e mental, além da relação das mulheres com a menstruação.  

A servidora fazendária, Lenora Duarte, disse lembrar do início do período menstrual durante a conversa. “Eu tinha medo da minha menstruação, então eu escondia o absorvente, usava várias calcinhas porque eu tinha medo das pessoas perceberem que eu estava menstruada”.

Depois do encontro a servidora disse que pretende passar as orientações para a neta, para que ela tenha uma visão diferente do ciclo menstrual.  

Serviço: Os absorventes higiênicos serão arrecadados durante todo o mês de outubro na sede administrativa da Secretaria de Finanças, localizada na travessa 14 de Abril, e na Central Fiscal de Atendimento ao Contribuinte, que fica na Praça das Mercês.

Veja também

Atenção Contribuinte:

A guia de ITBI, com redução de 50% da base de cálculo, nos termos da Lei n° 9.873, de 19/12/2022, será emitida mediante processo administrativo eletrônico 'ITBI - Emissão de DAM' (DAM - Documento de Arrecadação Municipal), formalizado a partir da data de publicação desta lei (20/12/2022) até o dia 31/01/2023.

Atenção Contribuinte:

No caso de parcelamento de débitos do IPTU, de acordo com o parágrafo 8º, do artigo 8º do Decreto nº 104.537/2022, de 20 de junho de 2022 (DOM nº 14.503, de 20/06/2022), a redução de 90% de juros e multa de mora somente está disponível para os contribuintes que efetuaram a opção por este incentivo, a partir do pedido de adesão ao programa de "Recadastramento Imobiliário Incentivado" (disponível no portal de serviços on-line da SEFIN), devidamente deferido, conforme previsto no Decreto nº 101.946/2021, de 01 de setembro de 2021 (DOM nº 14.316, de 01/09/2021).

Atenção Contribuinte:

No caso de parcelamento de débitos do IPTU, de acordo com o parágrafo 8º, do artigo 8º do Decreto nº 104.537/2022, de 20 de junho de 2022 (DOM nº 14.503, de 20/06/2022), a redução de 90% de juros e multa de mora somente está disponível para os contribuintes que efetuaram a opção por este incentivo, a partir do pedido de adesão ao programa de "Recadastramento Imobiliário Incentivado" (disponível no portal de serviços on-line da SEFIN), devidamente deferido, conforme previsto no Decreto nº 101.946/2021, de 01 de setembro de 2021 (DOM nº 14.316, de 01/09/2021).

Skip to content